Relato de uma guerreira

Roberta Nunes Macedo Silva

A Roberta nos conta que a única forma de vencer o câncer é acreditar em Deus e na equipe do Instituto do Câncer, eles fizeram a diferença na vida dela.

Eu, Roberta Nunes Macedo Silva, aos 36 anos, em agosto de 2018 fui diagnosticada com câncer de mama, após notar um pequeno nódulo na mama esquerda, assim que desmamei meu filho, que na época estava com 1 ano e 15 dias. Acreditava ser glândula mamaria inflamada.

Seguindo as recomendações médicas fiz o controle de três em três meses em Três Marias e de seis em seis meses em Curvelo. Meu filho que tinha apenas 1 ano 8 meses, era a minha maior preocupação, não foi nada fácil.

Quando o resultado se confirmou, abriu um buraco sem fim, chorei ou melhor choramos muito pois eu pensava que a minha vida estava acabando. Comecei a pensar nos meus erros, o que tinham feito para merecer essa doença. Desespero total juntamente com o medo. Mas aos poucos fui entendo que eu fui escolhida para passar por isso, as coisas foram encaminhando e Deus mostrando os caminhos que eu e minha família tínhamos que percorrer para vencer.

Minha e minha DETERMINAÇÃO, acredito que foi o ponto chave para aceitar a doença. No dia 28 de agosto de 2018, depois do diagnóstico do câncer o meu pensamento era “EU IREI VENCER ESSA DOENÇA ELA NÃO SERÁ MAIS FORTE DO QUE EU”.

Um dia após o outro, cirurgia e logo após a quimioterapia, não queria perder os cabelos. Mas não teve jeito, fiquei carequinha. Preocupei muito com a aparência, receio do julgamento da sociedade. Mas precisava me desencanar e entender que aquilo era a minha realidade no momento. E foi então que decidi assumir a careca, sem lenço para todos os lugares. Os olhares não me abalaram. Eu estava linda.

Lógico que bateu desânimo, enjoos, efeitos colaterais, mas eu consegui. Eu venci e sigo forte e confiante. A felicidade e a minha DETERMINAÇÃO me colocaram de pé e eu só confirmei de que tudo na vida passa.
O meu propósito de luta foi acreditar em Deus e nos meus anjos que conheci no Instituto do câncer de Curvelo / MG, desde a recepção até quem limpa o Instituto, são pessoas iluminadas.

Minha FAMÍLIA, AMIGOS E PESSOAS QUE NEM CONHEÇO rezaram, oraram e pediram por mim o tempo todo ” você vai vencer” e estou aqui forte, firme, feliz e o melhor sinto me curada”. O tratamento ele existe, pode ser difícil, mas sabemos que ele cura e nos dá a VIDA de novo para seguir em frente, mas de uma forma diferente, respeitando o desígnios da vida e superando as trevas.

O que eu deixo para alguém que está passando por isso? A única forma de vencer a doença câncer ou melhor qualquer doença é acreditar em Deus e na equipe TODA, eles fazem a diferença em sua vida, nunca baixar a cabeça por vergonha, vergonha de quê? Não precisamos ter vergonha, e sim determinação, pois a nossa capacitação é diária e os obstáculos são toda hora, acreditar, confiar, lutar e o mais importante: FÉ, isso é tudo.

A Vitória acontece basta confiar e esperar. Chorar faz parte, pois somos humanos, mas desistir nunca. Acredito que a força que Deus nos mostra que viemos em missão para alguma coisa e que fomos escolhidos por sermos fortes e determinados. EU SOU GUERREIRA E VOU CONTINUAR. Minha batalha vai ser vencida, pois eu acredito e tenho fé.

Roberta Nunes Macedo Silva – paciente do Instituto do câncer encerrou o tratamento de quimioterapia em maio.

Torcemos por sua recuperação!