Câncer Infantojuvenil

Câncer Infantojuvenil

Fonte: INCA – Instituto Nacional do Câncer

O câncer infantojuvenil corresponde a um grupo de várias doenças que têm em comum a proliferação descontrolada de células anormais e que pode ocorrer em qualquer local do organismo. Diferentemente do câncer do adulto, o câncer infantojuvenil geralmente afeta as células do sistema sanguíneo e os tecidos de sustentação. Por serem predominantemente de natureza embrionária, tumores na criança e no adolescente são constituídos de células indiferenciadas, o que, geralmente, proporciona melhor resposta aos tratamentos atuais.

Os tumores mais frequentes na infância e na adolescência são as leucemias (que afetam os glóbulos brancos), os que atingem o sistema nervoso central e os linfomas (sistema linfático).

Também acometem crianças e adolescentes o neuroblastoma (tumor de células do sistema nervoso periférico, frequentemente de localização abdominal), tumor de Wilms (tipo de tumor renal), retinoblastoma (afeta a retina, fundo do olho), tumor germinativo (das células que originam os ovários e os testículos), osteossarcoma (tumor ósseo) e sarcomas (tumores de partes moles).

Assim como nos países desenvolvidos, no Brasil, o câncer já representa a primeira causa de morte (8% do total) por doença entre crianças e adolescentes de 1 a 19 anos.

Nas últimas quatro décadas, o progresso no tratamento do câncer na infância e na adolescência foi extremamente significativo. Hoje, em torno de 80% das crianças e adolescentes acometidos da doença podem ser curados, se diagnosticados precocemente e tratados em centros especializados. A maioria deles terá boa qualidade de vida após o tratamento adequado.

Estimativa de novos casos: 12.500 (2018 - INCA)

Número de mortes: 2.704 (2015 - Atlas de Mortalidade por Câncer)

Ao contrário de muitos cânceres de adultos, os fatores de risco relacionados com o estilo de vida (como o tabagismo) não influenciam o risco de uma criança desenvolver câncer.

Muito raramente uma criança pode apresentar alterações genéticas que as tornem propensas a ter um certo tipo de câncer.

Nos tumores da infância e adolescência, até o momento, não existem evidências científicas que deixem claro a associação entre a doença e os fatores ambientais. Logo, prevenção é um desafio para o futuro. A ênfase atual deve ser dada ao diagnóstico precoce e à orientação terapêutica de qualidade.

Os pais devem estar alertas ao fato de que a criança não inventa sintomas. Ao sinal de alguma anormalidade, devem levar seus filhos ao pediatra para avaliação. Na maioria das vezes, os sintomas estão relacionados a doenças comuns na infância, mas isto não deve ser motivo para descartar a visita ao médico.

A manifestação clínica dos tumores infantojuvenis pode não diferir muito de doenças benignas (sem maior gravidade) comuns nessa faixa etária. Muitas vezes, a criança ou o jovem está em condições razoáveis de saúde no início do adoecimento. Por esse motivo, o conhecimento do médico sobre a possibilidade de ser câncer é fundamental.

Conheça algumas formas de apresentação dos tumores da infância:

  • Nas leucemias, pela invasão da medula óssea por células anormais, a criança se torna mais sujeita a infecções, pode ficar pálida, ter sangramentos e sentir dores ósseas.
  • No retinoblastoma, um sinal importante é o chamado "reflexo do olho do gato", embranquecimento da pupila quando exposta à luz. Pode se apresentar, também, por meio de fotofobia (sensibilidade exagerada à luz) ou estrabismo (olhar vesgo). Geralmente acomete crianças antes dos três anos. Atualmente, a pesquisa desse reflexo pode ser feita desde a fase de recém-nascido.
  • Aumento do volume ou surgimento de massa no abdômen podem ser sintomas de tumor de Wilms (que afeta os rins) ou neuroblastoma.
  • Tumores sólidos podem se manifestar pela formação de massa, visível ou não, e causar dor nos membros. Esse sintoma é frequente, por exemplo, no osteossarcoma (tumor no osso em crescimento), mais comum em adolescentes.
  • Tumor de sistema nervoso central tem como sintomas dores de cabeça, vômitos, alterações motoras, alterações de comportamento e paralisia de nervos.

O tratamento do câncer começa com o diagnóstico correto. Para isso, é necessário um laboratório confiável e o estudo de imagens.

Nos tumores sólidos, um estudo de imagem orienta para o procedimento inicial a ser realizado: algumas vezes é possível abordagem cirúrgica para a ressecção completa do tumor. Quando não for possível, será realizada uma biópsia para fornecer o diagnóstico histopatológico e início do tratamento quimioterápico. Nestes casos, a ressecção do tumor ocorrerá em um segundo momento. Dessa forma, atualmente consegue-se evitar cirurgias que causem muitos danos ao paciente, mantendo-se uma boa chance de cura. Somente em algumas situações muito específicas, o exame de imagem é suficiente para iniciar um tratamento.

Pela sua complexidade, o tratamento deve ser feito em centro especializado. Compreende três modalidades principais (quimioterapia, cirurgia e radioterapia), sendo aplicado de forma racional e individualizada para cada tumor específico e de acordo com a extensão da doença.

O tratamento é planejado de acordo com o diagnóstico do tumor, as suas características biológicas e a presença ou não de doença à distância do tumor.

O trabalho coordenado de vários especialistas (oncologistas pediatras, cirurgiões pediatras, radioterapeutas, patologistas, radiologistas, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos) também é determinante para o sucesso do tratamento.

Tão importante quanto o tratamento do câncer em si é a atenção dada aos aspectos sociais da doença, uma vez que a criança e o adolescente doentes devem receber atenção integral, no seu contexto familiar. A cura não deve se basear somente na recuperação biológica, mas também no bem-estar e na qualidade de vida do paciente.

Nesse sentido, deve ser dado suporte psicossocial ao paciente e aos seus familiares desde o início do tratamento.

Com o aumento da curabilidade da doença, muitos pacientes com câncer na infância são sobreviventes a longo prazo, grande parte deles são hoje adultos. É importante que continuem o acompanhamento na clínica de seguimento por um tempo maior, para reconhecimento precoce e cuidado apropriado das complicações tardias que possam surgir. A abordagem multidisciplinar destes pacientes é parte integrante do tratamento oncológico.

Veja como você pode fazer a sua doação.

Central de atendimento

Ligue para o telefone (38) 3721-3399 e fale com um de nossos agentes.

Débito na Conta da CEMIG

É rapidinho! Autorize pelo telefone (38) 3721 3399 ou (38) 9 9149 0061.

Depósito Bancário

Você pode optar pelo depósito bancário no Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Sicoob Credpit.

Mensageiro Solidário

Nas visitas de nossos mensageiros, você escolhe como quer fazer sua doação: dinheiro, cheque e cartão de crédito ou débito.

Pagamento Online

Rápido e seguro, você pode doar através do ambiente segura da Cielo via cartão de crédio ou débito.

Pontos de Venda

Definir conteúdo.

Regulamento

2º CHURRASCÃO DA SOLIDARIEDADE DO INSTITUTO DO CÂNCER DO HOSPITAL IMACULADA CONCEIÇÃO – CURVELO – MG

1 – O 2º CHURRASCÃO DA SOLIDARIEDADE é uma realização da CONVÍVIO – Associação de Convívio com os Portadores de Câncer do Centro de Minas Gerais, em parceria com os Rotarys Club: Curvelo, Curvelo Norte, Curvelo Bela Vista, e Lions Club de Curvelo, programado para acontecer no Parque de Exposições Antônio Ernesto Werna de Salvo, em Curvelo/MG, no dia 14 de setembro de 2019, com início às 18:00 e término às 24:00 do mesmo dia.

2 – Venda dos carnês:

2.1. Carnê individual
• R$ 190,00 à vista
• R$ 210,00 à prazo, parcelado em 06 (seis) vezes de R$35,00

2.2. Carnê Duplo
• R$ 335,00 à vista
• R$ 372,00 à prazo, parcelado em 06 (seis) vezes de R$62,00

2.3. Jovem de 11 a 17 anos – Ingresso à R$60,00 (somente acesso ao evento, sem direito aos sorteios)

2.4. Crianças de até 10 anos, acompanhadas pelos responsáveis, a entrada é franca.

2.5. Forma de pagamento: Dinheiro, boleto bancário, cartão de débito ou crédito.

3 – Sorteios mensais

O sorteio mensal será realizado pelo número do carnê, sempre na última sexta-feira dos meses de março, abril, maio, junho, julho e agosto, às 10:00 h, na Central de Relacionamento da CONVÍVIO, no Cine Virgínia, em Curvelo, com transmissão ao vivo pelo Facebook e Instagram.
Para credenciar a participação em cada sorteio, a parcela do mês vigente, bem como as anteriores deverão estar quitadas.

3.1. Prêmio mensal: O prêmio mensal será de um carnê duplo quitado.

4 – No dia do Evento
No dia do evento (14/09/2019), às 21:00, no Parque de Exposições Antônio Ernesto Werna de Salvo, em Curvelo, com auxílio de um globo com 10 (dez) bolas numeradas de 0(zero) a 9 (nove), acontecerá o sorteio dos prêmios relacionados a seguir. Para tanto, as bolas sorteadas sempre retornarão ao globo. O sorteio será fiscalizado por uma comissão formada por 5 (cinco) participantes presentes, escolhidos aleatoriamente.

Prêmios que serão sorteados:

1º- Um cheque no valor de R$ 1.000,00

2º- Um cheque no valor de R$ 1.500,00

3º- Um cheque no valor de R$ 2.000,00

4º- Um cheque no valor de R$ 2.500,00

5º- Um cheque no valor de R$ 3.000,00

6º – Uma bicicleta Aro 26 / 18 marchas

7º – Uma moto Honda CG 160 Fan – 0 km

8º – Um carro Renault Kwid Zen 1.0 – 0 Km

5 – Para os sorteios relacionados acima, concorrerão os carnês vendidos e RIGOROSAMENTE QUITADOS, com as suas milhares correspondentes, sendo: Carnê Individual – 2 milhares e Carnê Duplo: 4 mi-lhares

6 – A CONVÍVIO e os organizadores do evento não se responsabilizarão por extravios e/ou rasuras nos respectivos carnês, prevalecendo prioritariamente, para efeito da premiação, a lista de compradores que será expedida pela CONVÍVIO.

7- Os carnês devem ser quitados preferencialmente no SICOOB CREDPIT em Curvelo.

8 – No ato da compra, ao vendedor será paga a primeira parcela como entrada, quando deverá ser preenchido obrigatoriamente o cadastro completo do comprador, sob pena de sua não inclusão nos sorteios mensais.

9 – A CONVÍVIO não devolverá parcelas pagas. Após a quitação do carnê, o comprador receberá as respectivas credenciais para a participação no evento, que estarão disponibilizadas nos postos de vendas e Central de Relacionamento da CONVÍVIO, a partir do dia 05/09/2019 até o dia 14/09/2019 às 13:00 h.

10 – Entidades beneficentes e/ou pessoas físicas, que queiram ajudar da venda de carnês, terão uma comissão de 1 (um) carnê quitado, para cada 10 (dez) carnês vendidos e quitados, não sendo permitido o pagamento em espécie da referida comissão.

11 – Os casos omissos serão resolvidos pela comissão organizadora composta por Conselheiros da CONVÍVIO, representantes dos 3 (três) Clubes de Rotary e do Lions Club de Curvelo, criada para este fim.

12 – A diretoria da CONVÍVIO, bem como os seus cônjuges, não poderão participar dos sorteios.

Abrir chat
1
Olá,
Podemos ajudar?