Câncer de mama: por que o “outubro rosa” precisa ser maior

Tratar a doença é importante, mas os profissionais de saúde precisam estar atentos ao sofrimento emocional provocado pelo câncer.

Talvez pouca gente saiba que 30% das mulheres que têm diagnóstico de câncer de mama podem evoluir para a doença metastática, ou seja, presença do câncer em outros órgãos, além de sua origem. Outras 35% já descobrem nesse estágio afinal, moramos no Brasil e as coisas não são rápidas e nem fáceis por aqui. Embora ninguém tenha nada contra milagres, para todas essas mulheres a cura é um assunto que não está na pauta do dia a dia.

Mulheres fortes, corajosas, intensas, que trabalham, criam filhos, cuidam da família, sofrem por tanto e tudo e ainda fazem quimioterapia. E se sentem felizes a cada vez que vão ao médico e recebem a notícia que vão continuar a fazer tratamento.

Elas sofrem. Um sofrimento em todas as dimensões que até hoje está sendo silenciado. Mas que agora precisa ser atendido. A cura não está ao alcance de todas, mas o alívio de seu sofrimento precisa estar.

Muito é investimento em drogas e aparelhos, mas quase nada é investido em humanidade. Compaixão somada ao conhecimento sobre tratamento da dor e de outros sintomas devem dar mais vida aos anos e também mais anos de vida.

Talvez pouca gente saiba que 30% das mulheres que têm diagnóstico de câncer de mama podem evoluir para a doença metastática, ou seja, presença do câncer em outros órgãos, além de sua origem. Outras 35% já descobrem nesse estágio afinal, moramos no Brasil e as coisas não são rápidas e nem fáceis por aqui. Embora ninguém tenha nada contra milagres, para todas essas mulheres a cura é um assunto que não está na pauta do dia a dia.

Mulheres fortes, corajosas, intensas, que trabalham, criam filhos, cuidam da família, sofrem por tanto e tudo e ainda fazem quimioterapia. E se sentem felizes a cada vez que vão ao médico e recebem a notícia que vão continuar a fazer tratamento.

Elas sofrem. Um sofrimento em todas as dimensões que até hoje está sendo silenciado. Mas que agora precisa ser atendido. A cura não está ao alcance de todas, mas o alívio de seu sofrimento precisa estar.

Muito é investimento em drogas e aparelhos, mas quase nada é investido em humanidade. Compaixão somada ao conhecimento sobre tratamento da dor e de outros sintomas devem dar mais vida aos anos e também mais anos de vida.

Fonte: Veja Abril

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja como você pode fazer a sua doação.

Central de atendimento

Ligue para o telefone (38) 3721-3399 e fale com um de nossos agentes.

Débito na Conta da CEMIG

É rapidinho! Autorize pelo telefone (38) 3721 3399 ou (38) 9 9149 0061.

Depósito Bancário

Você pode optar pelo depósito bancário no Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Sicoob Credpit.

Mensageiro Solidário

Nas visitas de nossos mensageiros, você escolhe como quer fazer sua doação: dinheiro, cheque e cartão de crédito ou débito.

Pagamento Online

Rápido e seguro, você pode doar através do ambiente segura da Cielo via cartão de crédio ou débito.

Abrir chat
1
Olá,
Podemos ajudar?